Segurança e Saúde no Trabalho

Segurança e Saúde no Trabalho são mais do que necessárias, são ações obrigatórias a serem efetuadas por empregadores e trabalhadores a fim de que a atividade laboral resulte em produtividade, alcançada de maneira segura e sem riscos à saúde dos indivíduos envolvidos.

Os órgãos de proteção aos trabalhadores, como a Organização Internacional do Trabalho (OIT), começaram a propagar a importância da segurança e da saúde de funcionários depois de uma experiência fatal na Virgínia.

Dia Mundial da Segurança e Saúde no Trabalho

No dia 28 de abril de 1969, a explosão de uma mina, no estado norte-americano da Virgínia, resultou na morte de 78 mineiros que trabalhavam no local. Pensando em proteger a vida de outros trabalhadores e em memória às vítimas do acidente, no ano de 2003, a OIT determinou a data como Dia Mundial da Segurança e Saúde no Trabalho.

Conscientização promove Segurança e Saúde

A criação da data não foi apenas uma forma de homenagear aqueles mineiros, mas uma maneira encontrada para conscientizar empresas do mundo inteiro de que é necessário promover proteção à saúde dos trabalhadores e, estes, segui-las no desenvolvimento de suas atividades.

Trabalhadores cientes de que estão sujeitos a acidentes fatais e a riscos contra a saúde se tornam mais responsáveis. Passam a entender o motivo pelo qual a empresa exige o uso de determinados Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e os usam rigorosamente. Desta forma, o benefício é para ambos, pois de um lado existe a concessão dos meios de segurança, e de outro a motivação para usá-los. Por isso, é importante que os empregadores informem seus funcionários sobre a importância das normas de segurança.

Prevenção gera economia

Em 2013, a OIT divulgou que prevenir ainda é mais eficaz e custa menos do que o tratamento a que o profissional deve ser submetido para recuperar-se das enfermidades decorrentes das atividades laborais. A OIT estima que, a cada ano, de 2,34 milhões de acidentes mortais de trabalho, apenas 321 mil são acidentes. Todos os demais casos contabilizam doenças profissionais ou relacionadas ao trabalho.

Fica evidente que as empresas devem adotar um programa de prevenção que possa assegurar a saúde do trabalhador e sua segurança no trabalho. O programa não deve contemplar somente a segurança física, mas também o equilíbrio mental do trabalhador, pois as doenças mentais aumentam significativamente e ainda não existem medidas adequadas de as controlar. Transtornos digestivos, musculares e cardiovasculares estão relacionados ao estresse resultante do trabalho.

O Dia Mundial da Segurança e Saúde no Trabalho além de ser um momento para rememorar a fatídica tragédia daquele 28 de abril de 69, simboliza um marco na história da prevenção à saúde e segurança no trabalho, bem como importância que os empregadores devem ter em melhorar os métodos de trabalho de seus funcionários.

Aproveite a data para refletir a respeito do assunto. Se você ainda tem sido resistente em acatar as normas de segurança, se acha que as ações voltadas ao benefício da saúde coletiva no trabalho são básicas demais, se pensa que não é necessário utilizar todos os EPIs fornecidos pela empresa, pense melhor. A prevenção é o melhor remédio.

E você, já conhecia esta história? O que você faz para conscientizar os colaboradores da sua empresa para usarem seus EPIs? Compartilhe conosco nos comentários.

Esse post foi útil? Então leia também “Qual é o Perfil de um Técnico de Segurança do Século XXI?” e aprimore seus métodos de trabalho para continuar se destacando no mercado de EPIs e colaborando para o crescimento da sua empresa.

Até breve!

Equipe SOCCORRO
EPIs | Descartáveis | Uniformes Profissionais

cta_recompensa_blog_soccorro_luvas