A Gestão de Compras dentro de uma empresa pode levá-la a obter lucros ou ter mais gastos. A responsabilidade dessa área é muito grande, pois deve coordenar as políticas de compra de produtos, calcular despesas com estocagem, seguir a política de estoques, de instalações e depreciação etc. Todas as responsabilidades decorrem do aperfeiçoamento da área, que passou a exercer um papel muito importante no desempenho das empresas com relação à logística e a cadeia de suprimentos. Por ter imensa importância, a gestão da área também é muito delicada dentro das organizações, como gerir e alcançar os resultados esperados? Saiba mais um pouco por aqui.

Regra de Pareto ou Curva ABC

A Área de Compras gerencia os recursos dentro da empresa, lida com várias quantidades e também com altos recursos financeiros. Isso falando de empresas que não são revendedoras, que só compram para próprio consumo ou contratam serviços para manter a organização ou produzir materiais. E quem também faz a revenda de produtos, a administração é ainda mais delicada, pois na lista dos envolvidos há a necessidade de cuidar do consumidor. Para manter o desempenho, muitas empresas adotam o método da Regra de Pareto, conhecida como Curva ABC ou lei 80/20. Essa técnica categoriza os produtos por importância, tomando como referência as quantidades usadas e o volume. E, assim, classifica os itens por A, B ou C.

Entenda a Regra de Pareto

Segundo a lei 80/20 (Pareto ou ABC), 80% da receita das empresas são provenientes de 20% de seus produtos.

Os produtos são classificados em classes: A, B e C. A Classe A corresponde aos 20% do total e é a mais importante, pois chegam a 80% do valor.

Já a Classe B é correspondente a 30% e sua importância é média, por responder a 15% do valor.

Enquanto a Classe C corresponde a 50%, tem menor importância porque gera apenas 5% do valor.

Sabendo como funciona a lei 80/20, as empresas usam a regra para classificar a importância dos materiais adquiridos. Para que o maior esforço e controle seja destinado à Classe A. A Classe C deve ser controlada e quantificada, porém de forma mais eficiente e objetiva. O que significa que para alcançar o mesmo lucro dos itens da Classe A será necessário realizar planejamento e gerir muito bem a cadeia de suprimentos.

Gestão de Compras pela Regra de Pareto

Aplicando-se a Regra de Pareto para quantificar a aquisição de itens, produtos ou serviços fica mais fácil para a Área de Compras conhecer profundamente as necessidades da organização, o que criará condições para a empresa aumentar sua produtividade, porque as atividades laborais não serão interrompidas por falta de serviço ou produtos, também será possível aproveitar para realizar compras com melhores valores, driblar a sazonalidade etc.

Atribuições da Área de Compras

Cabe a Área de Compras cuidar dos processos de aquisição de materiais ou serviços.

Adquirir o que a empresa precisa, alcançando preços viáveis, com qualidade excelente, cumprir o prazo de entrega e condições de pagamento.

A Regra de Pareto pode ser aplicada também para a carteira de clientes, em caso de revenda. Esse conteúdo foi útil para você? Já aplicou a Regra de Pareto antes ou ouviu falar dela?

Desejamos compras eficazes para sua empresa.

Até a próxima!